• Twitter
  • Facebook

Blog Memória Futebol


Amizade com cartolas, baralho e atrasos implodem elenco corintiano

Autor: Adriano Fernandes - 31/08/2011 Categoria: Adriano Fernandes   Comentários Nenhum comentário

corinthians.jpg

Uma série de desavenças minou o elenco do Corinthians. O roteiro inclui carteado (pôquer em especial), atrasos nos treinos e intimidade demais de alguns jogadores com dirigentes. Chicão, capitão do time, é um dos atingidos. Incomoda parte dos colegas por sua amizade com a cúpula corintiana. Ele já foi visto em baladas com o presidente Andrés Sanchez.

Quem não mantém relação estreita com os cartolas acredita que a proximidade deles com jogadores é maléfica. Cria apadrinhados e derruba a autoridade dos superiores. Fica difícil manter a ordem.

De acordo com relatos de quem frequenta o vestiário alvinegro, a camaradagem do gerente de futebol e ex-jogador da equipe, Edu Gaspar, com alguns atletas também incomoda. Ele teria criado ainda mais afinidade com alguns por participar de frequentes rodas de pôquer com atletas e personalidades do jet set paulistano apresentadas ao grupo por Ronaldo.

 Até o dono de uma balada é citado como membro desse clube do pôquer, o que desagrada à parte dos atletas, segundo depoimento ouvido pelo blog. Questionado sobre se participa de mesas de carteado com Paulo André, outros jogadores e até com o dono de uma casa noturna, Edu respondeu: “Estão muito mal informados, faz muito tempo que não jogo… Aliás, ‘acho’ que tenho uma ótima relação com todos”, escreveu o ex-atleta em mensagem ao blog.

“Nunca mais fizemos pôquer, até porque ninguém do elenco atual joga”, declarou o cartola. Mas, Paulo André, por exemplo, é fã confesso do jogo. Em fevereiro, o zagueiro postou na internet uma foto sua jogando com Ronaldo e Edu, que ainda não era gerente do clube.

Também segundo gente com trânsito no vestiário corintiano, atrasos irritam quem chega no horário marcado para treinar. Principalmente se a falta é cometida por um peixinho dos dirigentes.

Desde o início da carreira, Tite tem o hábito de fazer a equipe toda esperar os retardatários antes de começar os trabalhos. Isso se quem vai perder a hora avisar  e tiver uma boa justificativa.

Quanto mais tarde começa o treino, mais tempo os atletas demoram para voltar para casa. O blog ouviu queixas sobre isso, mas a assessoria de imprensa do Corinthians nega que tenham ocorrido atrasos recentemente ou com frequência. Afirma que os trabalhos começam sempre no horário previsto.

por Perrone em 31/08/2011


Comentários

Nenhum comentário até o momento.

Deixe seu comentário

Nome:

Seu E-mail:

Assunto da Mensagem:

Mensagem:



Memória Futebol - todos os direitos reservados 2011

Ap1! Comunicação