• Twitter
  • Facebook

Blog Memória Futebol


Mauro Ramos de Oliveira

Autor: Adriano Fernandes - 30/08/2012 Categoria: Adriano Fernandes   Comentários Nenhum comentário

Mauro Ramos de Oliveira (Fonte: Caldense)

Poucos jogadores (principalmente zagueiros) foram tão elegantes dentro e fora de campo quanto Mauro Ramos de Oliveira. Tanto que era chamado de Martha Rocha. Longe de ser uma ofensa, o apelido era uma referência à beleza e elegância da miss Brasil que por pouco perdeu o título de Miss Universo.

Mauro estreou com a camisa do São Paulo aos 18 anos de idade, substituindo o lendário argentino Armando Renganeschi. Apesar da pouca idade, ele não decepcionou, sagrando-se campeão paulista já naquele ano e bi na temporada seguinte. Pelo clube da capital paulista, faturaria ainda os Estaduais de 1953 e 1957.

Reserva nas Copas do Mundo de 1954 e 1958, Mauro Ramos teve finalmente sua grande oportunidade no Mundial do Chile, em 1962. Mais uma vez, não a desperdiçou: foi não apenas titular, mas também capitão, erguendo a taça Jules Rimet no final da competição.

Àquela altura ele já defendia o Santos, para onde havia se transferido em 1960. Em companhia do goleiro Gilmar (ex-Corinthians) e do gaúcho Calvet, deu um jeito na problemática defesa do time de Pelé. E, em 1963, provou de uma vez por todas que era, antes de tudo, um vencedor: ergueu a taça de outro bi: Mundial Interclubes, pelo Santos.

Mauro Ramos faleceu em 18 de setembro de 2002, aos 72 anos, em Poços de Caldas, sua terra natal. Dias antes, ele tinha sido internado na Santa Casa de Misericórdia da cidade, devido a problemas cardíacos e câncer no intestino.

Fonte da Imagem: Caldense

Fonte: UOL Esportes


Comentários

Nenhum comentário até o momento.

Deixe seu comentário

Nome:

Seu E-mail:

Assunto da Mensagem:

Mensagem:



Memória Futebol - todos os direitos reservados 2011

Ap1! Comunicação