• Twitter
  • Facebook

Blog Memória Futebol


O mais antigo time de futebol do Brasil: Clube Atlético São Paulo (SPAC)

Autor: José Renato - 27/08/2017   Comentários Nenhum comentário

spac01.png

Nascido na cidade escocesa de Burnfoot, em 13 de junho de 1844, John Miller, passou boa parte da sua infância avistando os navios que passavam em direção as mais prosperas cidades industriais do país, dentre elas Greenook, Glasgow e Paisley. Já adulto, assim como muito técnicos britânicos de sua época, resolveu mudar para o Brasil, tendo em vista trabalhar na São Paulo Railway, empresa responsável pela construção da estrada de ferro Santos – Jundiaí. Em solos brasileiros, passaria a ganhar cerca de 400 libras, enquanto que na Grã Bretanha, apenas após muito tempo de trabalho poderia alcançar um salário de 300 libras anuais.

Já em terras paulistanas, John Miller se casou em 1870, com Carlota Alexandrina Fox, sobrinha de John Rudge que juntamente com ele viera trabalhar na São Paulo Railway. Carlota era brasileira nascida na cidade de São Paulo, em 3 de maio de 1850, filha dos ingleses Henry Fox, que trabalhava como relojoeiro, e Harriet Mathilda Rudge. O casal John e Carlota teve quatro filhos John Henry, Charles Miller, Carlota e Adolph, sendo que os dois últimos faleceram ainda crianças. Por não haver escola bilíngue na cidade naquele tempo e os pais acharem importante que eles fossem alfabetizados no idioma inglês, os meninos passaram a estudar em casa.

Preocupado com o futuro dos filhos, em 1884, John os mandou para estudarem na Inglaterra. Sendo assim, John Henry e Charles Miller, com cerca de 12 e 10 anos, respectivamente, juntamente com o primo William Fox Rule foram estudar na Banister Court School em Southampton. Naquele tempo, esta escola era dirigida por Christopher Ellaby, filho do fundador, que era um apaixonado por futebol e foi um grande incentivador para o que o menino Charles Miller adotasse este esporte, como o favorito, em detrimento aos mais populares na época, o rúgbi e o críquete. 

Em setembro de 1886, os meninos receberam a visita do pai, John, que fora para a Inglaterra fazer uma cirurgia de hérnia. Em 6 de outubro, ele veio a falecer na cidade escocesa de Glasgow. Após o funeral, o primo dos meninos, William retornou ao Brasil. Pouco tempo depois, coube a ele, juntamente com William Snape, William Speers, Peter Miller, Percy Lupton e Charles Walker fundar na cidade de São Paulo, em 13 de maio de 1888 (mesma data da assinatura da Lei Aurea, que aboliu a escravidão no país, pela Princesa Isabel), o São Paulo Athletic Club, o SPAC, primeiro clube esportivo na cidade e que tinha como objetivo ser um local onde os trabalhadores ingleses pudessem praticar os seus esportes preferidos.

Já na Inglaterra, as tardes de recreação de John Henry e Charles Miller eram ocupadas pelas partidas de futebol, onde logo passaram a se destacar. Em 1889, ao terminar seus estudos, John, com 17 anos retornou ao Brasil, deixando o irmão Charles sozinho em Southampton. Em março de 1892, John acabou falecendo por conta de disenteria, em São Paulo. Os estudos e o futebol acabaram por se tornar os grandes sustentáculos de Charles, sozinho e longe da mãe.

Nascido em São Paulo, em 24 de novembro de 1874, mais especificamente, no bairro do Brás, Charles William Miller, tinha pouco mais de 17 anos, quando em 18 de abril de 1892, atuou pela primeira vez na equipe da cidade, o St. Mary’s, time fundado em 21 de novembro de 1885, e atualmente conhecido como Southampton Football Club, na vitória de 3 a 1 frente a equipe do Exército do Quartel de Aldershot. Posteriormente, também chegou a atuar no Corinthian Football Club, o Corinthian´s Team, equipe inglesa fundada em 16 de dezembro de 1882 que serviu de inspiração para a criação do Sport Club Corinthians Paulista em 1º de setembro de 1910.

Já aos 19 anos Charles Miller era considerado um dos mais talentosos jogadores de sua região, quando resolveu que era momento de voltar ao Brasil para viver com a sua mãe, Carlota. Em outubro de 1894 ele chegou ao porto de Santos com uma mala que trazia, entre outras coisas, duas bolas de futebol, uma bomba de ar para enchê-las, um par de chuteiras e um livro de regras do association football.

Muito embora haja alguns indícios de registros mais antigos sobre a prática do futebol no Brasil, como atividade recreativa promovida por trabalhadores ingleses e junto a alguns estudantes em certos colégios jesuítas e maristas, foi a chegada de Charles Miller ao país, sobretudo com o livro de regras, que serviu de pontapé inicial para a realização das primeiras partidas de futebol no país. Por conta disso, ele é considerado o Pai do Futebol Brasileiro.

Assim como o pai houvera trabalhado, Charles arrumou um emprego na São Paulo Railway, e bem como a grande maioria dos ingleses residentes na capital paulista, passou a praticar atividades esportivas no São Paulo Athletic Club, o SPAC, que contou com seu primo, William Fox Rule, como um de seus fundadores. Por influência direta de Miller, muitos dos associados do SPAC passaram a praticar o esporte.

Não demorou muito para que o primeiro jogo de futebol, sob regras oficiais, fosse realizado no Brasil, o que aconteceu em 14 de abril de 1895 na Várzea do Carmo, na cidade de São Paulo. Naquele dia, a equipe formada por funcionários da São Paulo Railway, que contava com associados do SPAC, venceu, por 4 a 2 a equipe dos funcionários da São Paulo Gaz Company. Este jogo serviu de impulso para que vários associados do SPAC passassem a se encontrar semanalmente na Chácara Dulley, nas imediações do atual bairro do Bom Retiro, também em São Paulo, onde havia campo apropriado para que pudessem se manter em atividade. Por absoluta falta de equipe rival, o jeito foi formar duas equipes, de sócios, que costumavam se enfrentar.

Já no ano seguinte, em 1896, recém-chegado dos Estados Unidos, o professor Augusto Shaw iniciou as atividades esportivas no Mackenzie College, escola fundada em 1886, cuja sede se localizava, e ainda é, próxima ao SPAC, o que acabou por propiciar o surgimento da segunda equipe de futebol do Brasil, em 18 de agosto de 1898, a Associação Atlética Mackenzie College.

Em 1897, também chegou a São Paulo, o alemão Hans Nobiling, ex jogador de futebol do Sport Club Germania de sua cidade natal, Hamburgo. Sedento por “bater uma bolinha”, passou a frequentar a Chácara Dulley, onde assistia aos treinos dos atletas “ingleses” do SPAC. Logo, resolveu reunir amigos e enfim, matar a sua saudade da bola. No começo de 1899, Nobiling montou seu próprio time, que recebeu seu nome, Hans Nobiling, a terceira equipe de futebol do Brasil. Após desafiar o SPAC para um confronto, por conta da recusa dos ingleses, Nobiling marcou uma partida entre sua equipe e o Mackenzie.

Em 5 de março de 1899, Mackenzie College e Hans Nobiling disputaram a primeira partida entre equipes de futebol no Brasil, uma vez que o jogo de 1894 tinha contado com a participação funcionários de duas empresas. O confronto acabou empatado sem gols. Uma semana depois, em 12 de março, haveria uma segunda partida, desta vez entre o SPAC e o Mackenzie. A equipe de Charles Miller levou a melhor por 3 a 0.

A equipe do Hans Nobiling deixou de existir em 19 de agosto de 1899, quando seus integrantes resolveram criar um novo time, o Sport Club Internacional, nome sugerido pelo fato de contar com jogadores de várias nacionalidades. Contrariado por ter sido voto vencido na escolha do nome da nova equipe, em 7 de setembro de 1899, o próprio Hans Nobiling resolveu fundar o Sport Club Germania. A equipe seria campeã paulista em 1906 e 1915, e passou a se chamar Esporte Clube Pinheiros, a partir de 1942, por determinação do Governo Getúlio que emitiu um decreto proibindo o uso de nomes estrangeiros em entidades presentes no país, o que também acabou provocando a mudança de nome do São Paulo Athletic Club para Clube Atlético São Paulo. 

Quanto ao Internacional, chegou a conquistar dois títulos paulistas em 1907 e 1928. No entanto, as dificuldades financeiras foram implacáveis. Em sua ultima partida pelo campeonato paulista de 1932, em 18 de dezembro, entrou em campo frente o Juventus, sem um goleiro de ofício e com apenas 10 atletas, o resultado foi uma derrota por goleada, 6 a 2. Em 1933 se fundiu ao Antarctica Futebol Clube, dando origem ao Clube Atlético Paulista. Posteriormente, em 1937, participou de nova fusão, desta vez com Estudantes, o que resultou no Estudantes Paulista, que em 1938 foi incorporado pelo São Paulo Futebol Clube.

A Associação Atlética Mackenzie College esteve presente na primeira partida oficial da história do futebol brasileiro, em 3 de maio de 1902, válida pelo campeonato paulista, quando venceu o Germania por 2 a 1. Chegou a disputar de 13 edições do campeonato paulista, até que em 6 de outubro de 1920 se fundiu a Associação Portuguesa de Desportos, criando o Mackenzie Portuguesa, Mack-Port. A união se desfez em 27 de março de 1923 e o Mackenzie deixou de existir como time de futebol.

Já o São Paulo Athletic Club, liderado por Charles Miller, conquistou as três primeiras edições do campeonato paulista, em 1902, 1903 e 1904, levando a melhor frente ao Paulistano, que fora fundado em 29 de dezembro de 1900, nas três finais. Miller foi o artilheiro maior da competição em 1902 e 1904. A equipe de origem inglesa ainda conquistou a edição de 1911 e com o surgimento de um profissionalismo “não oficial”, o que contrariava o seu estatuto que pregava o amadorismo, resolveu abandonar a Liga Paulista de Foot-Ball em 1912, ano de sua ultima disputa nesta competição.

Após isso, o futebol no SPAC continuou sendo praticado por seus associados, com equipes formadas por atletas amadores e jogos disputados em sua maioria em caráter amistoso. Em 1923, o Sr. George Craig ofereceu uma taça que levou o nome de “Bom Accord”, de posse provisória, a ser disputada entre clubes britânicos do Rio de Janeiro e São Paulo, no caso, Rio Cricket e Associação Atlética e Clube Atlético São Paulo, o SPAC, respectivamente.

Quanto ao Rio Cricket cabe um importante registro. Clube criado, primordialmente, para a prática de críquete, em 15 de agosto de 1897, coube a ele abrigar a primeira partida de futebol sob regras, com bola e em campo oficial, no estado do Rio de Janeiro. Isto aconteceu em 22 de setembro de 1901 e contou com as participações de associados, alguns deles praticantes de outros esportes, e outros do Paysandu Cricket Club, que também era um clube de críquete, fundado em 15 de agosto de 1872, de onde o próprio Rio Cricket se originara. O grande responsável por este feito foi Oscar Cox, um carioca nascido em 20 de janeiro de 1880, que ao voltar da Suíça em 1898 onde houvera estudado, trouxe consigo duas bolas de couro e passou a introduzir o esporte entre os frequentadores do Rio Cricket. Caberia a ele ser um dos fundadores do Fluminense Football Club em 21 de julho de 1902. Já o Rio Cricket e o Paysandu, após aceitarem incluir em seus estatutos a prática do futebol, uma exigência da Liga Metropolitana de Football, participaram da primeira edição do campeão carioca de futebol em 1906. O Paysandu chegou ao conquistar o título máximo em 1912, mas abandonou as competições oficiais em 1914. O Rio Cricket resistiu até 1915, montando desde então equipes formadas por associadas que passaram a disputar partidas amistosas e os confrontos anuais frente o SPAC, o Clube Atlético São Paulo.

Para se ter ideia da importância histórica desta disputa, sua realização não foi interrompida nem durante os tempos de guerra, apenas em poucos anos na década de 1960, e acontece todo ano, intercaladamente, nas cidade de Niterói e São Paulo. O vencedor ganha o direito de ficar com a taça até a próxima disputa. Sendo assim, é correto afirmar que o SPAC continua com seu futebol ativo, assim como outros clubes brasileiros, que ainda disputam competições profissionais, e que surgiram em 1900. Dentre eles, cabe destacar dois deles que costumeiramente são indicadas como os mais antigos ainda em atividade, o Sport Club Rio Grande da cidade gaúcha homônima, fundado em 19 de julho de 1900, data escolhida pela CBF como o Dia do Futebol, e que jogou uma partida de futebol pela primeira vez em 7 de outubro daquele ano e a Associação Atlética Ponte Preta, da cidade de Campinas que nasceu em 11 de agosto de 1900 e que possui fortes indícios de ter entrado em campo pela primeira vez em setembro daquele ano.

Uma vez que o futebol brasileiro viveu durante mais de três décadas de forma amadora, até, oficialmente, o ano de 1933 e que boa parte das equipes atuais, já foram amadoras, conquistaram e contabilizam suas conquistas durante este período, é salutar considerar que os critérios a serem utilizados para definir qual a equipe mais antiga, ainda em atividade no país, seja a sua data de fundação e o fato dela continuar a participar de forma sistemática de partidas, sob regras oficiais, ainda que sejam de caráter amistoso, condições plenamente atendidas pelo Clube Atlético São Paulo, o SPAC.


Comentários

Nenhum comentário até o momento.

Deixe seu comentário

Nome:

Seu E-mail:

Assunto da Mensagem:

Mensagem:



Memória Futebol - todos os direitos reservados 2011

Ap1! Comunicação