• Twitter
  • Facebook

Pesquisar

Assuntos

Alexandre Mesquita (2)
Álvaro Melo Filho (1)
André Plihal (1)
André Rocha (1)
Antônio Carlos Meninéa (1)
Auriel de Almeida (1)
Carol de Barba (1)
Celso Candido de Azambuja (1)
Celso de Campos Jr. (1)
Celso Unzelte (1)
Cesar Greco (1)
Cláudio Arreguy (1)
Cláudio Luis Neves Castellano (1)
Claudio Nogueira (1)
Conmebol (1)
Costa Machado (1)
Daniel Augusto Jr. (1)
Danielle Rosa (1)
Eduardo Coelho (1)
Eduardo Monsanto (1)
Eduardo Murta (1)
Emerson Gasperin (1)
Fausto Gamba Gonçalves (1)
Felipe Andreoli (1)
Felipe de Queiroz (1)
Fernando Razzo Galuppo (2)
Francisco Lima Lemos (1)
Gabriel Davi Pierin (1)
Gabriel Lopes Vieira (1)
Gloria Alves (1)
Gustavo Grabia (1)
Igor Ramos (1)
Jones Lopes da Silva (1)
José Paulo de Andrade (1)
José Renato Sátiro Santiago Junior (1)
Kenny Braga (1)
Lennita Oliveira Ruggi (1)
Lúcio Humberto Saretta (1)
Marcelo Aramis (1)
Marcelo Ferla (1)
Maurício Murad (1)
Mauro Beting (1)
Michael Serra (1)
Milton Neves (1)
Odir Cunha (1)
Paulo Luna (1)
Paulo Roberto Falcão (1)
Rafael Casé (1)
Renato Zanata Arnos (1)
Renê Simões (1)
Rogério da Cunha Voser (1)
Ruy Castro (1)
Salomão Esper (1)
Sergio Trigo (1)
Thiago Arantes (1)
Vicente Fonseca (1)
Vicente Henrique Baroffaldi (2)
Vitor Loureiro Sion (1)
W. Ney Hubener (1)
Washington Olivetto (1)
Wladimir Miranda (1)
Ana Carla Portella (1)
Fernando Leite (1)
Gustavo Roman (1)
Jefferson Almeida (2)
Luiz Fernando Bindi (1)
Marco Antonio Azevedo (1)
Marcos G. Guimarães (1)
Mauro Beting (1)
Odir Cunha (1)
Renato F. de Souza (1)
Rodrigo Taves (1)
Rui Branquinho (1)

Publicações Memória Futebol

Nesta área são apresentadas as publicações, revistas, livros relacionados com futebol. A intenção é formar
um importante banco de dados disponível para consulta e pesquisa. Sempre que houver interesse em
conhecer alguma destas publicações, não deixe de entrar em contato.

1981

1981

Autor: André Rocha, Mauro Beting   Assunto: Equipe Nacional  Tipo: Livro  Editora: Maquinária    Ano de Publicação: 2011

No livro "1981 - Como um craque idolatrado, um time fantástico e uma torcida inigualável fizeram o Flamengo ganhar tantos títulos e conquistar o mundo em um só ano", os rubro-negros poderão reviver o momento mais vitorioso da história do clube. Comandado por Zico, o time fez história jogando um futebol que passou a ser admirado em todo mundo. Com detalhes inéditos das conquistas da Taça Libertadores e do Mundial Interclubes, ocorridas há exatos 30 anos, os jornalistas André Rocha e Mauro Beting contam essa história através de entrevistas dos protagonistas dessa equipe, entre eles Júnior, Andrade, Adílio e, é claro, Zico.

 


A verdadeira máquina tricolor

A verdadeira máquina tricolor

Autor: Sergio Trigo   Assunto: Equipe Nacional  Tipo: Livro  Editora: Iventura    Ano de Publicação: 2011

A história do time que conquistou o campeonato brasileiro de 1984 e o tricampeonato carioca de 1983-85-85 é o subtítulo deste livro. Na orelha do livro, o grande Duílio, zagueiro e campitão da equipe durante a maior parte do  período, afirma que "Recordar é viver, é viajar nas páginas da máquina do tempo tricolor, e reviver algumas das passagens mais belas e gloriosas de um grupo de jogadores que fez história dentro da própria história do Fluminense Football Club. Sergio Trigo nos leva de volta ao período compreendido entre junho de 1983 e dezembro de 1985, e nos permite reviver uma série de situações, boas e ruins, que culminaram nas conquistas descritas neste livro".

Outro tricolor, Toni Platão, escreveu na contracapa do livro: "Fruto ddssa paixão que nos move (o futebol), A Verdadeira Máquina Tricolor traz de volta a razão perdida aos tricolores, nos quais abençoadamente me incluo, que viveram esse triênio 1983, 84, 85. Joga luz sobre um momento de cores épicas na história do Fluminense Football Club. É como descobrir que essa realidade é tão emocionante e bela quanto é o sonho. E melhor, com tamanha riqueza de informação, de detalhes não só sobre o futebol, mas abrangendo todo o contexto político-social da época, que os que por lá não estiveram agora estarão".

É como diz João Máximo no prefácio do livro: "Se o Fluminense que Sergio Trigo celebra nestas páginas foi ou não a verdadeira máquina tricolor, deixo que o leitor decida. O que não se discute é terem sido aqueles anos , 1983-1985, os mais vitoriosos da história do coube desde que existe o Maracanã". (...) "O jovem leitor, bem informado sobre o futebol globalizado destes dias, talvez se espante a cada parágrafo que descreve momentos da formação daquele time, momentos impossíveis de se repetirem".

 


Passos de Campeão - O Botafogo na Taça Brasil de 1968

Passos de Campeão - O Botafogo na Taça Brasil de 1968

Autor: Auriel de Almeida   Assunto: Equipe Nacional  Tipo: Livro  Editora: Iventura    Ano de Publicação: 2011

Na noite de 14 de dezembro de 2010 os corações alvinegros foram chacoalhados pelo anúncio que a Taça Brasil de 1968, conquistada pelo Botafogo, seria reconhecida como um título nacional de primeira grandeza, ao lado do Campeonato Brasileiro de 1995. Este livro explica a história da Taça Brasil, para em seguida narrar com detalhes a trajetória do Botafogo para o título na edição de 1968, partida a partida. Uma conquista que é a cara do clube: recheada de percalços, polêmicas e aquelas coisas que só acontecem ao Glorioso. Afinal, se não fosse difícil, não seria o Botafogo.

 


Carioca de 1971 - A história da vitória do Fluminense

Carioca de 1971 - A história da vitória do Fluminense

Autor: Eduardo Coelho   Assunto: Equipe Nacional  Tipo: Livro  Editora: Maquinária    Ano de Publicação: 2011

No livro "Carioca de 1971 - a verdadeira história da vitória do Fluminense sobre a Selefogo alvinegra", o torcedor tricolor vai conhecer o que de fato aconteceu num dos campeonatos cariocas mais polêmicos da história. O Botafogo, que tinha um timaço apelidado de Selefogo, disparou na liderança e chegou a se proclamar campeão, mas o Fluminense, com a sólida base do time que havia sido campeão brasileiro de 1970, atropelou na reta final e conquistou o título. Houve falta em Ubirajara no gol de Lula? É discutível, mas houve também um pênalti inexistente no primeiro turno que decidiu o jogo para os alvinegros. Estes e muitos outros detalhes serão conhecidos nesta obra obrigatória principalmente para os tricolores.

 


Almanaque dos velhos brasileirões

Almanaque dos velhos brasileirões

Autor: Alexandre Mesquita, Jefferson Almeida   Assunto: Campeonato Brasileiro  Tipo: Livro  Editora: Iventura    Ano de Publicação: 2011

A recente decisão da CBF de igualar em valor todos os títulos nacionais disputados em caráter oficial de 1959 a 1970 aos demais jogados desde então, causou enorme turbilhão na opinião pública e obrigará muitos cronistas a reescrever a história do nosso futebol. Mais importante do que entrar no mérito da discussão em voga na mídia sobre se foi uma atitude acertada, se foi justa, se foi demagógica, se houve erros de avaliação na decretação de todos os títulos, o que os autores esperam é tão somente contar como se sucederam aquelas competições que nos remetem justamente a um momento em que o futebol brasileiro se afirmava no panorama mundial, com três conquistas de Copa do Mundo em quatro edições disputadas. Tempos em que nossos melhores atletas atuavam em nossos clubes, época em que os estádios ficavam apinhados de gente e que as brigas eram fatos isolados. Período em que era possível memorizar a escalação de nossas equipes com a maior facilidade, quando grandes times foram formados. E é isso que os autores registram a partir de agora: a história dos primeiros campeonatos brasileiros de clubes.

 


Um Expresso chamado vitória

Um Expresso chamado vitória

Autor: Alexandre Mesquita, Jefferson Almeida   Assunto: Equipe Nacional  Tipo: Livro  Editora: Iventura    Ano de Publicação: 2011

Alexandre Mesquita e Jefferson Almeida escreveram um livro que já pode ser considerado um clássico. Torcedor ou não do Vasco da Gama, você vai reconhecer, ao terminar a leitura deste livro, que o Expresso Vitória foi um dos times que pavimentaram o caminho para que o Brasil conquistasse cinco campeonatos mundiais. Nas palavras dos autores, "o surgimento deste fantástico time, que, por quase uma década, ficou na supremacia do futebol brasileiro e que, durante este período (os anos 40), encantou estádios e trouxe para o Brasil o primeiro título  do futebol profissional conquistado em terras estrangeiras. O Sul-Americano de Clubes Campeões, vencido pelo Vasco em 1948".

Dizem ainda os autores: "Contar a trajetória desse fabuloso time resgata a história de craques como Barbosa, Rafagnelli, Danilo, Ademir, Ipojucan, Heleno, Jair Rosa Pinto e Tesourinha. Oferece também aos aficionados pelo velho esporte bretão a oportunidade de saber que naquela época, com esse time, deu-se início às principais mudanças táticas que levariam o nosso país a se tornar o melhor do mundo".

Nas palavras do Presidente de Honra do Clube, Antônio Soares Calçada, "a era do Expresso da Vitória, que se tornou uma marca, foi e será sempre uma inspiração para todos nós vascaínos (...) e que ajudou o Vasco da Gama a consolidar sua posição de um dos maiores clubes do futebol brasileiro e mundial".

Fartamente ilustrado, Um Expresso Chamado Vitória apresenta as fichas detalhadas dos jogos disputados pelo time, bem como as tabelas dos campeonatos disputados. Um precioso e detalhado levantamento histórico e uma narrativa que vai prender a sua atenção desde a primeira página.

 


Paginação:  

Memória Futebol - todos os direitos reservados 2011

Ap1! Comunicação